A CCJ da Câmara adiou a votação da PEC da reforma dos tribunais de contas, que ocorreria amanhã.

A aprovação dessa PEC é essencial para o país, porque ela acaba com as indicações políticas nesses órgãos de controle dos gastos com dinheiro público nos níveis federal, estadual e municipal.

O Antagonista apurou que a maioria dos integrantes da CCJ da Câmara está propensa a rejeitar a PEC.  Será uma vergonha.