Curitiba, 22/03/2018 – Profissional competente e comprometido. Pai, esposo, filho e irmão amoroso e dedicado à família. Conjugava a sua função no MPC/PR e o amor pelo Direito com a sua paixão pela música, pelo rock e pela guitarra. Intelectual apaixonado pelo conhecimento, acreditava e lutava por um mundo melhor e mais sustentável. Recordado pelos colegas de trabalho como referência profissional, mas também como grande amigo, daqueles poucos que a vida concede.

É assim que o Procurador de Contas do Paraná Elizeu de Moraes Corrêa foi lembrado na manhã de quinta-feira, 22 de março, durante homenagem do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Contas (CNPGC), em Curitiba. O Procurador de Contas e ex-presidente do CNPGC Elizeu de Moraes Corrêa faleceu, precocemente, aos 58 anos de idade, em novembro de 2017.

A entrega da medalha foi feita pelo Procurador-Geral de Contas do Paraná, Flávio Berti, à família de Elizeu. A esposa Valny Mutti de Moraes Corrêa e os filhos Michelle e Rafael receberam, emocionados, a homenagem.

Os colegas do Paraná Valéria Borba e Gabriel Guy Léger falaram sobre as décadas de trabalho junto com o Procurador Elizeu. Foram unânimes em lembrar da educação e generosidade com que tratava a todos, independentemente de quem fosse o interlocutor. O Procurador de Contas Diogo Ringenberg, de Santa Catarina, também recordou da época em que fez o concurso público para a carreira no Paraná e dos diálogos e argumentações memoráveis com Elizeu. Diogo acabou passando para o concurso em Santa Catarina, mas a amizade com o Procurador do MP vizinho do Paraná seguiu por toda a vida.

A Procuradora-Geral de Contas do Distrito Federal, Cláudia Fernanda de Oliveira Pereira, vice-presidente do CNPGC, conduziu a cerimônia e, ao final, falou à filha de Elizeu, a jovem Michelle, de 21 anos de idade. “Olho para você que é filha. Eu também perdi meu pai. Essa dor vai passar e ficará a lembrança do amor e dos ensinamentos do seu pai. Obrigada a todos pela presença, em especial à família”.

Decano do MP de Contas do Paraná, Elizeu de Moraes Corrêa foi Procurador-Geral por duas vezes nos biênios 2009-10 e 2013-14 e presidente do CNPGC de novembro de 2012 a novembro de 2013. Estava no Ministério Público desde 1993 além de ter exercido o magistério na UFPR e ter sido Procurador do IAP. Ele faleceu em 30 de novembro de 2017, aos 58 anos, acometido de uma gripe forte seguida de pneumonia, que o levou à internação e a um ataque cardíaco.

Elizeu de Moraes Corrêa, curitibano, era formado em Direito e mestre na área pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Especialista em Gestão Pública pela École Nationale d’Administration (Paris/França), também atuou na área acadêmica como professor de Direito Constitucional da UFPR, das Faculdades Curitiba e da Universidade Tuiuti do Paraná.

Share